Nem tudo tem um botão de desligar.


Quando eu finalmente desligar o interruptor do medo, espero me ver correndo como louca ao teu encontro e ser feliz na primeira tentativa de pular em ti, sendo certeira na combinção: minhas pernas abraçando tuas costas e meus braços envolvendo teu pescoço, na ânsia de obter a tua aprovação que vem timida n'um sorriso.

Que tipo de pão tu trouxeste hein?! Hummm, trouxeste pão francês com a casquinha levemente tostada?! Nossa, é meu preferido! Não, obrigada, não preciso de faca, costumo passar o requeijão com o dedo. (risos) Claro que não vai azedar o requeijão, bem, se azedar a gente come assim mesmo, nem dá para notar o gosto se consumirmos em dois dias. Vou fazer um suco de laranja bem gelado (bem gelado mesmo, para sacudir molares)para completar esse café da manhã, é óbvio que esse refrigerante que trouxeste é coisa de gente que não sabe o que é uma gastrite filha da puta. 

Quando eu delisgar o interruptor vou me apaixonar novamente, vou comprar vestidos novos, testar uma porrada de novos cremes capilares, só para quando balançar meus cabelos tu dizeres que eles são cheirosos, só para quando deslizares as redondilhas da ponta de teus dedos nos meus cachos, tu sentires a maciez deles e que foram propositalmente preparados para ti.

Por que raios trocas de canal tão rápido?! Não conseguimos ver nada, dá uma chance para o que tá passando na tv, quem sabe o programa consiga conquistar a gente, oras! Eu sei porra, que só tem merda na tv e que dedo e controle remoto tem uma tara infinita entre si, mas custa a gente ver ao menos 10 minutos de alguma merda dessas?! (Risos) Não é a questão da tv ser minha oh ignorante! A questão é que isso reflete a tua impaciência. Não! eu não sou impaciente, eu sou prática! [ziiiiiiiiiiiiiiiiinnnnnn........] Pronto, fudeu! A tv pifou de vez, agora não tem mais nada para se fazer, porque tu esqueceste de pagar a conta da internet e hoje é domingo (sic). Que idéia idiota! "Fazer o que faziamos quando éramos mais animais um para o outro", ei, eu sou amulher aqui, eu que deveria falar essas coisas, mas tudo bem, eu faço isso pelo bem do nosso tédio, MENTIRA (risos), eu te amo (e é mesmo verdade).

Quando eu desligar o interruptor vamos ser para sempre um do outro, mesmo com outros corpos, salivas, jantares e revistinhas em quadrinhos amareladas. E quando você vai aparecer para eu desligar o interruptor?

[on] [off]

------------------------------------------------------------------

Até o próximo post folks! 

4 comentários:

Rê Caraih disse...

Estou esperando alguém pra apertar o meu botão de ligar =/
Alguém se habilita?

Felicidade Clandestina. disse...

Meu Deus eu amei esse texto Nique *o* aain

nique. disse...

ooun Gio obrigada, foi feito assim com o mesmo amor que espero que me espere.

Cibele S.E. disse...

Esse texto ficou muito perfeito!

Postar um comentário