Sua vírgula.




Dedico a quem amo.


Milhares de pontos a cidade nos dá, assim a olhos bem nus. Inclino a cabeça para te olhar, ansiosa pelo momento de te beijar, sinto que você se entrega tanto quanto eu faço o mesmo. Penso apressada o quanto aquele momento vai durar, tento oferecer meu melhor beijo, e quanto melhor nos saímos, quanto mais tempo prolongamos. Ao nosso redor ruídos, risadas, música, bebida, pessoas. Pessoas que sabem amar, as que não sabem, as que não querem, as que estão desligadas e as que nem sabem como começar. Nós já começamos.

Voamos.

Estamos preparados quando não estamos. Esse apartamento, parece uma casa, estamos aqui transformando tudo. Nossos animais de estimação correm como se houvesse quintal, adaptamos a varanda com muito verde. Não temos movéis caros, nossos vizinhos ajudaram, nos deram caixas de madeira, empilhamos, agora temos nosso próprio restaurante japonês, rente ao chão, com nossos poucos talheres.

O quanto alguém combina com você quanto ela? Muitas são as mulheres que tem uma alta compatibilidade contigo, que gostam das mesmas bandas, dos mesmos filmes, dos mesmos tipos de piadas, das mesmas posições sexuais ou que gostariam de ter o mesmo número de filhos ou viajariam para os mesmos destinos.

Sexta-feira, estamos cansados da semana inteira, ainda não temos televisão, mas um som cinza e azul fica no canto da sala, dele saem nossas canções secretas, até para nós mesmos. Não sabia que nosso amor funcionava com bandolins e pianos. Escolho o albúm, você torce a boca, estala a língua enquanto ri do meu romantismo. Uma das caixas chia. É tarde, já fiz você fechar os olhos e estamos um em frente ao outro, suas mãos procuram as minhas, uma delas acha o ponto central da minha costa e o aperta, até eu gargalhar. Nosso cão late. Eu percebo que amo você.
 

São múltiplas as opções que a vida pode te oferecer, porém, existe a vírgula. A mulher que às vezes te irrita, que insiste em te levar ao teatro, que te indica filmes que você nem é muito chegado, que curte as mesmas músicas que você, mas te apresenta coisas que parecem terrivelmente com você. Lindo. Essa mesma mulher olha tua nudez  e se sente livre, e faz você sentir o mesmo.

Ela simplesmente não desiste de vocês, escreve cartas, grava coletâneas, passa batom bem forte só porque adora ver a cor deles nos teus lábios. Ela mente que tá disposta, só porque adora sair com você. Ela é sua virgula. Discos, livros, filmes, tudo isso aproxima os casais, mas não é o que um mais gosta no outro.

Ele sempre compra 500ml de suco quando eu quero 300ml e sempre me faz a mulher mais feliz do mundo nos dias em que meu olhar mostra que me sinto o avesso disso. Quando estou louca por romance ele me dá realidade e quando menos espero ele me leva para um filme em que fotograma pós fotograma o amor existe, forte, lindo e livre. Não quero escapar, quero me embriagar de felicidade, quero ouvir um solo mágico de baixo enquanto vamos para casa. Tem muitas palavras tristes no mundo, eu quero pintar todas.

Antes você descia as ruas sozinho, agora tem alguém para dividir o suor das mãos e o banco do ônibus, mesmo que vocês sempre briguem pelo lugar junto a janela. (risos)

2 comentários:

Tempo Livre disse...

Por isso que sempre vale à pena abrir mão do terceiro pedaço de pizza ;)

Flavia Bassalo disse...

que me sinto o avesso disso.. amei!
euamotudoisso!

Postar um comentário